Turma Barão de Teffé
Retorna à página principal Retorna à página principal

Almte Tibério - nosso Paraninfo no CN

paraninfo
Foto: O então CC Tibério discursando.

Nosso Paraninfo

Em 19/11/1983, por ocasião do "Almoço dos Trinta Dias", o então CC Tibério recebeu o título de Paraninfo da Turma 81 do Colégio Naval. O artigo abaixo, de autoria do CC Remy, publicado na Revista "A Fragata" nº 32, sintetiza bem o motivo da merecida homenagem.

"Durante estes três anos como alunos do Colégio Naval, muitos obstáculos e dificuldades tivemos que enfrentar, o que muito valoriza nossa vitória. E, nesta vitória, uma pessoa está presente: o Capitão-de-Corveta Tibério César Menezes Ferreira, Paraninfo da Turma 81.

Iniciou sua carreira em 1961, aluno como nós. Vinte anos após, voltou como Chefe do Departamento de Ensino Colegial (DEC), quando viemos a conhecê-lo. Desde então, ele se mostrou — e vale a pena ressaltar que não só para conosco, mas para com todo o Corpo de Alunos — como mais que um oficial, um verdadeiro colega, sempre nos incentivando e nos apoiando sob os mais diversos aspectos até o fim de sua comissão, no início de 1983, quando então nos deixou para realizar o Curso de Comando e Estado-Maior, na Escola de Guerra Naval.

Suas virtudes foram sempre um estímulo para nós, uma injeção de entusiasmo pela carreira naval como Oficiais de Marinha. Compreensão, preocupação constante com os problemas dos alunos, atitude militar exemplar e, sobretudo, competência. Todos são unânimes em destacar o impecável funcionamento do DEC sob sua chefia. Isso, graças à eficiência do CC Tibério que, além de ser uma excelente pessoa, mostrou-nos o que é o amor à carreira militar e o que é a competência de um profissional.

Ao receber uma placa do Comandante-Aluno (França), o CC Tibério, visivelmente emocionado, agradeceu e lembrou a importância daqueles que estavam ali, do nosso lado: nossos pais. Mostrou também que, para que nós recebêssemos toda nossa formação, atuaram desde a praça mais moderna até os Comandantes que o Colégio teve, além de funcionários nos diversos escalões.

Ao final do almoço, o CMG Milton Marciano, Comandante do CN, usou a palavra, homenageando, como os demais, os nossos familiares."

Fonte: Artigo do CC Remy, publicado na Revista "A Fragata" nº 32, Colégio Naval, 1983.
Atualizado em: 20/01/2004 Voltar |  Topo